Lembrei-me das Maias

Nos últimos tempos, o liberalismo tem levado tratos de polé. Está na mó debaixo e é visto como o pior dos cancros. Quando o Porto tinha voz, força e personalidade, ser liberal era um estado de espírito e significava para monárquicos e republicanos (mas os verdadeiros, a sério) tolerância, isenção, independência e defesa das liberdades políticas e religiosas – e, corolário disso, da liberdade económica. «Vive e deixa Viver» era o lema dos portuenses nossos maiores.

Por tal razão, assim como reivindico o meu direito de acreditar no que entender, respeito o direito dos outros às crenças que quiserem. E mais ainda quando correspondem a factores objectivos e compreensíveis. É o caso das maias que, como nunca vi, encheram as ruas da Baixa nas mãos de vendedoras tentando ganhar algum em ramos de giestas.

Herdámos o costume das Floralia romanas, festas da Primavera com que procuravam despertar a fertilidade da Natureza adormecida e evitar que os maus espíritos prejudicassem os campos e o gado. E disso me lembrei perante a quantidade de gente que comprava maias e as levava para casa na véspera do 1.º de Maio, para as colocar em portas e janelas, lojas e veículos.

Nestes dias de saque quase insuportável para bolsos vazios, de renúncias não do supérfluo, mas do essencial, vejo o recurso às maias como um gesto de rebelião. Um acto de resistência. Um sinal de insubmissão. Não já contra as forças ocultas, mas no desejo subjacente de que «Esta maldição que nos caiu em cima (como ouvi a alguém à porta do Bolhão) vá para o diabo que a carregue!». (A maldição chama-se rotativismo político devorista que nos coube em má ventura e que, ao invés do verdadeiro sentimento da festa das Maias, nos está roubando – até aos limites da abjecção – o valor efémero dos encantos da vida.)

©HelderPacheco

Anúncios

~ por Helder Pacheco em 16/06/2013.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s