Privatizar as Dificuldades

Por vezes o cronista acerta, desencadeando sentimentos e recordações que, guardadas no disco rígido do computador a que chamávamos coração, só esperam a oportunidade para vir à superfície. Foi o caso da evocação das dificuldades que a evolução da vida no país e no mundo nos convenceram que não voltavam. Mas voltaram e já não chega falar da crise, mas também de sacrifícios – para alguns – insuportáveis.

Assim, a crónica sobre as privações dos tempos que pensávamos extintos suscitou um corrupio de mensagens sobre o assunto. Ainda bem. É sinal de que não eram «palavras fora da boca». E dizia um leitor: «era mesmo assim tal e qual. Tinha eu 5 anos quando começou a Guerra na Europa, e então era miséria todos os dias. Em 1944 fiz 10 anos e à noite, à luz da candeia, disse, é verdade hoje faço 10 anos e o meu pai deu-me o pão que estava a comer, pois só havia pão para ele. Foi a melhor prenda de anos que até hoje recebi. Tudo se comia, tudo se aproveitava. As roupas eram remendadas. Eu, no meu casamento, em 1957, levei o fato que tinha comprado em 53, quando minha mãe faleceu. Muitas histórias existem para serem contadas e fico ao dispor, com um recordar bem triste da caminhada no mundo, onde, para nossa amargura, a mentira montou arraiais.»

Eis a perspectiva do homem comum. Por outras palavras, o cidadão exemplar, Vitorino Magalhães Godinho, no seu livro-testamento, deixou-nos o seguinte recado: «Incapazes de diagnosticarem a natureza estrutural da crise e presos na teia dos grandes interesses, resistindo às mudanças estruturais que se impunham, os Estados optaram pelo que chamaram saneamento financeiro – sobrecarregar as populações pelos impostos e anulação de benefícios. Apertar o cinto, diz-se na gíria – tornar inevitável a degradação do nível de vida.»

©HelderPacheco

Anúncios

~ por Helder Pacheco em 16/06/2013.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s