A Marca São João

Já ouvi a música do arraial perto de casa. E lá montaram as barracas dos comes-e-bebes (onde conto atacar as bifanas) e os carrocéis. É bom sinal. Se não chover, ao menos durante quinze dias, a cidade-fantasma do despovoamento anima-se. E por aí fora, aqui e ali, apareceram os embandeiramentos de ruas com pálida sobrevivência das centenas que havia através das freguesias.

Ainda não foi desta que vendi o meu peixe de ver as ruas da Baixa iluminadas como no Natal de agora e nos sãojoões de antigamente, quando o Centro era, ele próprio, arraial esfusiante de som e cor. E vida. Ainda não foi desta, mas há-de ser, quando a marca S. João do Porto se tornar realidade na promoção nacional e internacional da Festa do Burgo. Há-de ser e tem de ser, se quisermos atrair meio milhão de visitantes, encher hotéis e comedoiros, puxar pelo e incentivar o comércio e criar emprego.

Caiu-me, pois, a alma aos pés e levei um pontapé no coração, quando encontrei na “Visão” n.º 1054/2013 nada mais nada menos do que a promoção em Portugal do S. João da Corunha, que, embora em tradição, história e fulgor esteja para o do Porto como o óleo de girassol está para o azeite puro de oliveira, já foi classificado pelo Estado descentralista deles de “Interesse Turístico Nacional”.

Que o nosso Estado Novo ignore os interesses do País, não me espanta. Quem só conhece impostos dificilmente percebe que o S. João faz também parte da Reabilitação Urbana e pode ser gerador de riqueza. Que a Cidade perca essa oportunidade, custa-me a engolir. Depois de levar a bofetada do exemplo corunhês, não me vou calar enquanto não vir o Porto engalanado como era seu timbre, apresentado como pólo competitivo de atracção turística e, sobretudo, dignificando a sua herança cultural de séculos com a marca S. João.

2013©HelderPacheco

Anúncios

~ por Helder Pacheco em 22/06/2013.

2 Respostas to “A Marca São João”

  1. […] A Marca São João → […]

  2. Está boa essa do nosso (atual) Estado Novo, que eu classifico mais Estado Novo Revirado… que tão mal tem feitoo ao país e, no caso em apreço, de modo particular ao Porto, ao Norte de Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s