A minha “Alba Plena”